Tanzânia bane defensores dos direitos homossexuais

Tanzânia ameaça banir grupos que promovam os direitos dos homossexuais

Naquela que foi a sua primeira declaração pública direccionada à comunidade LGBT, o governo da Tanzânia deixou bem clara a sua intenção de banir qualquer tipo de organização não governamental que se dedique à promoção dos direitos dos homossexuais.

Esta postura extremista em relação à homossexualidade não é surpresa nenhuma, uma vez que este é um país onde o sexo entre homens é ainda ilegal e punido com pena de prisão até 30 anos.

O governo da Tanzânia reforçou também a sua determinação em preservar os valores tradicionais da nação. No mesmo comunicado, o ministro Hamisi Kigwangala acusou homossexuais de disseminar HIV, bem como diversas outras doenças venéreas que cada vez mais ameaçam a saúde pública do país.

Vale a pena mencionar que, nos últimos anos, a polícia da Tanzânia tem estado envolvida em diversos casos de abuso de poder e uso de violência física contra os homossexuais e a comunidade LGBT no geral. Muito recentemente, um homem que tentou organizar um seminário sobre saúde para comunidade gay e bissexual acabou sendo preso e espancado, acabando por ter de receber tratamento hospitalar depois de ficar gravemente ferido como consequência das agressões levadas a cabo pelos agentes da autoridade.

Ainda que as relações sexuais entre homens sejam severamente punidas na Tanzânia, o código penal continua a não mencionar o sexo lésbico.

 

Comunidade homens gay

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Já és #XY? A maior Rede Social para Homens:QUERO SER XY!