Másculo vs Efeminado

Eu sei, todos somos homens, temos um pénis e dois testículos , mas o que vou falar é sobre atitude.

Muitas vezes cruzamos na rua com pessoas que têm um estilo de vida mais alternativo, cujos padrões fogem à regra da dita masculinidade, sendo categorizados pelos próprios gays como “ bichas “, “ bichonas “, “ travecas “, entre outros…

São alvo de comentários menos agradáveis e conversa do tipo “ não tenho nada contra, mas… 

Já parou para pensar que por detrás de uma roupa mais arrojada, um perfume mais intenso pode estar uma pessoa que corresponde 100% ao ideal que procura?

A pessoa sente-se bem como é, vestindo roupa e usando perfumes que você não usaria, mas porque ele não pode, ou deve, usar?

Frequentemente, a discriminação de que são vítimas as pessoas transgénero supera largamente a que sofrem os homossexuais (masculinos e femininos) e os bissexuais, e o mais grave é que mesmo entre gays esta discriminação é bem visível.

Muitas pessoas dizem que isso não é preconceito, mas no fundo é sim! Pode não ser conscientemente, mas é, porque desde pequenos somos condicionados a ser o homem macho, ainda ouvimos que homem não chora porque isso é coisa de mulher.

Esta coisa de homem másculo vs efeminado é algo muito complexo e tem uma grande relação com a heteronormatividade! E isso o que é? Perguntam agora!

Vivemos numa sociedade em que a heterossexualidade compulsória está entranhada nas nossas vidas de uma maneira muito avassaladora. Inúmeros processos heteronormativos, ou seja, que conferem à heterossexualidade o monopólio da normalidade geram e incentivam o menosprezo e violência contra aqueles e aquelas que divergem deste modelo de referencia imposto.

Portanto heteronormatividade é quando diferentes orientações sexuais são marginalizadas e precisam se encaixar num padrão hétero, ou seja, sendo hétero ou não o homem deve ser másculo e ocupar cargos e funções conforme o seu género e agir como tal.

Mas isso não é de agora, sempre foi assim, infelizmente para a nossa sociedade o que é correto deve estar padronizado, os próprios pais muitas vezes são os causadores de todos os males sociais que as crianças irão enfrentar na idade adulta e isso não se restringe apenas aos homossexuais, tomando como exemplo; quando dizem para não se misturarem com determinada criança pela cor da sua pele, estão criando futuros racistas, quando proíbem os filhos de andarem com outras crianças de classe inferior, ou seja pobres, estão a alimentar a desigualdade social.

Tudo isto de alguma forma pode afetar radicalmente a forma com que as crianças irão ver o mundo no futuro e as pessoas que nele vivem.

É importante que saiba um pouco sobre isso, porque talvez você nunca havia pensando a respeito, mas se for analisar bem lá no fundo, isso é uma forma de preconceito e vindo de outro gay, é muito mais complicado!

Pense um pouco a respeito, fuja um pouco da heteronormatividade, porque isso apenas enfraquece ainda mais o respeito para com os gays e engrossa mais o caldo da homofobia.

Defina os porquês deste preconceito, entender melhor os seus pensamentos será uma grande forma de entender o mundo e tolerar tudo aquilo que é diferente.

Artigo escrito por Ricardo, um membro Pioneiro da Comunidade XY.pt

Comunidade homens gay

3 Comentários

  1. JO
  2. Bruno S.

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Já és #XY? A maior Rede Social para Homens:QUERO SER XY!