O problema da baixa autoestima dos gays, será que o afeta?

autoestima dos gays

Já ouviu falar do problema de baixo autoestima que os gays muitas vezes enfrentam? Apesar de baixa autoestima ser um problema que existe em qualquer pessoa, independentemente da sua orientação sexual, existe uma maior concentração em homens e mulheres homossexuais.

Veja porque acontece e como poderá tentar melhorar a situação.

Perceber a homofobia interna

Os problemas de baixa autoestima nos gays têm normalmente origem numa homofobia interna. O que é? Dá-se o nome de homofobia interna quando um gay é ele próprio homofóbico. Claro que esta reação pode acontecer em vários níveis e, na maior parte dos casos, o homem gay nem percebe que está a ser homofóbico.

Tendo em conta que ainda hoje a homossexualidade é vista de uma forma negativa pela maior parte da sociedade, é apenas natural que tenha embutido na nossa mente, uma forma de pensar semelhante, ou seja, contra gays. Passamos anos a ouvir que ser gay é errado, que é uma doença, que acabamos, nós próprios, por considerar essas coisas corretas, ainda que inconscientemente. Mesmo um homem gay assumido pode considerar que ser gay não é “normal” e muitos confessam que preferiam ser heterossexuais.

Um homem homossexual que não aceita totalmente a homossexualidade como algo natural acabará por baixar a sua autoestima. Ou porque acha que não é como devia ser, ou porque não se veste como a maior parte dos homens, ou porque as outras pessoas não os tratam da mesma maneira, etc.

É claro que a baixa autoestima não tem que originar sempre da homofobia interna, mas na maior parte dos casos, esta é a verdade, mesmo que não nos apercebamos disso.

Exemplos práticos de homofobia por gays

É estranho um gay ser homofóbico? Mas é comum…

Muitos homens são orgulhosos de si mesmos e das suas preferências sexuais e não se importam com a opinião das outras pessoas. Já outros homens, preferem não confessar que são gays e muitas vezes demoram anos a sair do armário (quando chegam a sair).

Este último caso é um exemplo de um homem que não se sente bem sendo gay, fazendo com que a sua autoestima baixe.

Quer exemplos práticos?

  • Tem vergonha de admitir que é gay – Se sente vergonha, é porque acha que existe algo para ter vergonha;
  • Não frequenta locais gays – Não quer ser associado a essa cultura, não quer ser visto em locais gay, não vê filmes gay;
  • Condena o afeto público – Gays que acham incorreto outros gays mostrarem afeto em público;
  • Achar que os gays são promíscuos – Generalizar a população gay, tal como os heterossexuais fazem;

Claro que não podemos universalizar e, muitas vezes, estas atitudes podem ter outros motivos, mas, na maioria das vezes, trata-se apenas de homofobia interna.

Com ultrapassar e recuperar a autoestima?

A opinião da sociedade acerca da homossexualidade e a impressão que essas generalizações já causaram em nós, não desaparecem de um dia para o outro… Não existe nenhum método mágico que vá aumentar a sua autoestima de um dia para o outro. Trata-se de um processo contínuo que poderá levar anos, mas que vai mostrando resultados ao longo do tempo.

  • Aceite-se – Esta é a regra mais importante de todas. Aceite quem é. Pode parecer fácil, mas aceitar não é apenas dizer, é também refletir isso nas nossas ações;
  • Conviva – Se não tem amigos/conhecidos gay, está na altura de procurar. É importante conviver com pessoas que são parecidas connosco, seja em que aspeto for;
  • Melhore – Há algo que não gosta no seu aspeto? Nas suas atitudes? Pode ser melhorado? Então esforce-se e melhore. Não pode? Aceite.
Comunidade homens gay

Deixar uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Já és #XY? A maior Rede Social para Homens:QUERO SER XY!